Sábado
21 de Setembro de 2019 - 
ADVOCACIA PREVIDENCIÁRIA
ADVOCACIA TRABALHISTA

Controle de Processos

Notícias

Novidades

Deixe o seu e-mail para te enviarmos notícias.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,17 4,17
EURO 4,59 4,59

Previsão do tempo

Hoje - Montes Claros, MG

Máx
36ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Montes Claros,...

Máx
34ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Montes C...

Máx
31ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Montes Cl...

Máx
32ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Hoje - Monte Azul, MG

Máx
35ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Monte Azul, MG

Máx
33ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Monte Az...

Máx
32ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Monte Azu...

Máx
32ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Porteirinha, MG

Máx
36ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Porteirinha, M...

Máx
35ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Porteiri...

Máx
33ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Porteirin...

Máx
33ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Jaíba, MG

Máx
37ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Domingo - Jaíba, MG

Máx
35ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Jaíba, ...

Máx
34ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Jaíba, M...

Máx
33ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Hoje - Janaúba, MG

Máx
37ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Janaúba, MG

Máx
35ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Janaúba...

Máx
33ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Janaúba,...

Máx
33ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

23/08/2019 - 16h32Tribunal do Júri de Caratinga condena homem a 22 anos por feminicídioCrime aconteceu na presença do filho menor do casal

Mulher foi assassinada com requintes de crueldade; seu assassino foi condenado a mais de 22 anos inicialmente em regime fechado Um homem foi condenado nesta sexta-feira, 22 de agosto, em Caratinga, a 22 anos, 4 meses e 24 dias de prisão, em regime inicial fechado, por ter assassinado sua companheira. Foram reconhecidas as qualificadoras do feminicídio, meio cruel e do recurso que dificultou a defesa da vítima. O crime ocorreu na noite do dia 15 de junho de 2017, no município de Córrego Novo. Depois de discutir com a vítima, que estava deitada, por causa de estragos em sua bermuda, E.H.R. golpeou a cabeça dela com um pedaço de madeira. O crime foi cometido na presença do filho menor do casal. O acusado colocou o corpo da vítima em um carrinho de mão, com a intenção de ocultá-lo perto de uma cachoeira na saída da cidade, e mandou que o filho iluminasse o caminho com uma lanterna. Depois de se livrar do corpo da vítima, ele foi preso em flagrante e está na prisão desde então. A qualificadora do feminicídio é reconhecida quando o crime é praticado contra a vítima pela condição do sexo feminino, especificamente no âmbito da violência doméstica e familiar contra a mulher, prevista na Lei Maria da Penha, de agosto de 2006. No decorrer das investigações, o homem confessou o crime, alegou legítima defesa e solicitou incidente de insanidade mental para atenuar o crime. As alegações não foram confirmadas. Para dosar a pena, o juiz Marco Antônio de Oliveira Roberto levou em conta o fato de o filho ter presenciado as cenas de violência, ser portador de sofrimento mental e fazer uso de medicamento controlado. O juiz ainda condenou o réu ao pagamento de indenização de R$ 299.400, por danos morais, ao filho, que assistiu a tudo e ainda ficou privado da convivência com a mãe e dos cuidados maternos.  
23/08/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  1260460
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.