Sexta-feira
13 de Dezembro de 2019 - 
ADVOCACIA PREVIDENCIÁRIA
ADVOCACIA TRABALHISTA

Controle de Processos

Notícias

Novidades

Deixe o seu e-mail para te enviarmos notícias.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,11 4,12
EURO 4,56 4,56

Previsão do tempo

Hoje - Montes Claros, MG

Máx
32ºC
Min
21ºC
Poss. de Panc. de Ch

Sábado - Montes Claros,...

Máx
29ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Montes Claros,...

Máx
31ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Montes C...

Máx
31ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Monte Azul, MG

Máx
35ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Monte Azul, MG

Máx
34ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Monte Azul, MG

Máx
33ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Monte Az...

Máx
33ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Jaíba, MG

Máx
37ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Jaíba, MG

Máx
34ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Jaíba, MG

Máx
34ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Jaíba, ...

Máx
35ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Janaúba, MG

Máx
36ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Janaúba, MG

Máx
33ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Janaúba, MG

Máx
33ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Janaúba...

Máx
34ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

22/11/2019 - 13h30TJMG se veste de azul em prol da saúde dos homensAção integrou Novembro Azul, que conscientiza sobre câncer de próstata e diabetes

Muitos servidores e terceirizados usaram pelo menos uma peça azul em seu vestuário para chamar a atenção para a campanha Em apoio à campanha Novembro Azul, o Judiciário mineiro se vestiu da cor que marca o movimento nesta sexta-feira (22/11). A iniciativa busca conscientizar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata e outras doenças com grande incidência entre os homens. Servidores, magistrados, assessores e terceirizados usaram pelo menos uma peça azul em seu vestuário para chamar a atenção para a campanha, que acontece em todo o País. Durante o mês de novembro, a população masculina é incentivada a adotar hábitos de vida saudáveis e a fazer exames de saúde periódicos para prevenir essas doenças. Cláudio Márcio Carvalho Ferreira, assessor do desembargador José Flávio de Almeida, foi um dos que literalmente vestiram a camisa do movimento. “Acho muito importante essa campanha para conscientizar os homens sobre o tema, assim como o Outubro Rosa conscientiza as mulheres em relação ao câncer de mama”, observa. Com 55 anos, 36 deles como servidor público, Cláudio Márcio reconhece que chegou a uma idade que exige dele um olhar mais atento para a própria saúde. Todos os anos, ele passa por um exame médico completo, hábito considerado pelos médicos como fundamental para o diagnóstico precoce de persas doenças. Assessor do juiz convocado Roberto Apolinário de Castro, Matheus Augusto Corrêa também fez questão de usar o azul nesta sexta-feira. “Além de conscientizar as pessoas para a prevenção, penso que se trata de uma oportunidade para mudar a visão preconceituosa que existe em relação ao exame preventivo”, avalia. Fotos tiradas pelo público interno, com o azul predominando, estão sendo compartilhadas nas redes sociais do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) com as hashtags #VemDeAzulTJMG e #NovembroAzulTJMG. Quem aderiu ao movimento ressalta a importância de conscientizar os homens sobre o câncer de próstata e o diabetes, também alvo da campanha Mobilização Em adesão à campanha, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) realizou, ao longo deste mês, ações pontuais junto ao público interno e externo da instituição. Luzes azuis estão iluminando a sede do TJMG no alto da Avenida Afonso Pena e o Palácio da Justiça Rodrigues Campos, sede histórica da instituição. Além disso, nos dias 6 e 7 de novembro, uma equipe da Gerência de Saúde (Gersat) ficou disponível, em um estande no primeiro andar do Edifício Sede e também no Edifício Liberdade, prestando orientações sobre cuidados e prevenção ao câncer de próstata e ao diabetes. Câncer de próstata Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indicam que, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Como a idade é um dos fatores de risco mais importantes, a recomendação é que os homens se consultem com um urologista após 45 anos de idade, ou a partir dos 40 anos, caso algum familiar tenha sido diagnosticado com a doença. Para levar informações ao público masculino sobre essa e outras doenças com prevalência entre os homens, a Gersat criou a cartilha Saúde do Homem. Confira a cartilha aqui. No material, figuram como fatores de risco para o câncer de próstata a história familiar, o tabagismo, o alcoolismo e a obesidade. Em suas fases iniciais, ele se apresenta silencioso. Por isso a importância de avaliações periódicas de saúde, em especial para os homens com mais de 50 anos. Com o tempo, podem surgir sintomas como dificuldade miccional, frequência urinária aumentada, diminuição do jato urinário, gotejamento após a micção, sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, urgência, incontinência, sangramento pela uretra, dor lombar ou óssea, infecções generalizadas ou insuficiência renal (em casos mais graves). O Vem de Azul foi uma das ações pontuais do TJMG durante a campanha; ao longo deste mês, outras iniciativas foram tomadas Diabetes Já o diabetes, moléstia crônica caracterizada pela deficiência na produção de insulina pelo pâncreas ou ineficiência de sua ação no organismo, acomete 400 milhões de pessoas no mundo. Ele causa mais de 5 milhões de mortes anuais — em parte porque aproximadamente metade das pessoas não sabe que tem a doença. De acordo com dados da Gersat, a Associação Americana de Diabetes recomenda que adultos que estejam acima do peso ou obesos e que tenham um ou mais fatores de risco realizem exame para detecção da doença. Aqueles que não apresentam fatores de risco devem começar a fazer os exames aos 45 anos. Ente os fatores de risco para o diabetes do tipo 1, embora não haja pesquisas conclusivas sobre isso, está a questão genética. Entre os riscos para o tipo 2, figuram idade superior a 45 anos, sedentarismo, pressão alta, sobrepeso, colesterol alto ou alterações na taxa de triglicérides no sangue, apneia do sono, entre outros. Ainda de acordo com informações da Gersat, o diabetes começa antes de a glicemia se elevar, quando as pessoas se descuidam e começam a engordar, não fazem atividade física e não se alimentam adequadamente. Entre os principais sintomas da doença, estão o cansaço fácil, muita sede, emagrecimento, aumento de apetite e urina aumentada. O diagnóstico é feito por meio de exames laboratoriais específicos que avaliam a dosagem de glicose no sangue.  
22/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  1499680
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.